aumentar o lucro

Assim como em qualquer estabelecimento comercial, gerenciar um restaurante necessita de estratégias para aumentar o fluxo de pessoas no estabelecimento e, consequentemente, os lucros da companhia. As dicas e técnicas apresentadas neste material são baseadas em diversos estudos de psicologia e, claro, comportamento humano.


Dica de leitura: Pós-graduação em bares e restaurantes: a ferramenta para o empreendedor ter sucesso rapidamente


Leia com atenção e, ao final do texto, aprenda as estratégias ideais para serem colocadas em prática no seu restaurante e aumentar os lucros do negócio.

Aprenda aumentar o lucro no seu restaurante
Estratégias para aumentar o lucro 

1. Evite o cifrão

A mente humana é uma caixinha de surpresa e consegue associar diversos símbolos e significados em questão de segundos. Por isso, evite utilizar em seu restaurante o símbolo do cifrão no cardápio para que o consumidor não associe imediatamente à ideia de custo e sentimentos negativos de pagamento.

 

Segundo pesquisa da Escola de Administração Hoteleira de Cornell, pessoas que recebem um cardápio sem os cifrões gastaram mais do que os que recebem com o símbolo.

 

2. Descreva os pratos para aumentar vendas

Uma das principais técnicas para encantar o cliente e facilitar sua tomada de decisão é descrever os pratos do menu de forma criativa ou romanceada, em vez de simplesmente informar os ingredientes do prato.

 

Estudo da Universidade de Illinois comprova que restaurante que descrevem seus alimentos vendem 27% a mais do que os menus tradicionais. Afinal, você consegue despertar emoções e experiências no consumidor, o que o faz imaginar como será algo que vai consumir, antecipar sua satisfação e confirma-la ao final.

 

3. Melhore o humor do cliente

A música está presente no dia a dia das pessoas e isso não é de hoje. Desde muitos séculos, gostamos de ouvir boa música, seja o momento que for. Pesquisa do centro de psicologia da Universidade de Leicester descobriu algo até então só imaginado: foi constatado que tocar música clássica em restaurantes desperta o interesse dos consumidores e os incentiva a gastarem mais, porque faz com que se sintam mais ricos.

 

Já para estabelecimentos que incluíram música pop na trilha, observou-se uma queda de 10% nas vendas durante as refeições. É claro que música tem a ver com o estilo do estabelecimento e o perfil do público. Vá com calma nessa hora...


Leia também: Marketing Digital para restaurantes: o guia básico

 

4. Analise o padrão de leitura

Aplique a técnica de scanpaths no seu cardápio. Ela nada mais é do que uma análise de como a visão das pessoas trabalha ao visualizar conteúdos, ou seja, em que direção o olho da pessoa irá se movimentar ao ler o menu do seu restaurante.

 

É recomendado que restaurantes coloquem os itens mais rentáveis do cardápio no canto superior direito, pois é onde os olhos das pessoas tendem a focar primeiro. Outra dica: segundo um princípio cognitivo humano, leitores lembrarão melhor de itens que estão no início de uma lista que tenha chamado a atenção deles.

5. Ofereça o mesmo prato em porções diferentes

Estratégia muito usada e que dá certo em restaurante no mundo todo é conhecida como bracketing. O consumidor não tem ciência do tamanho das porções e inconscientemente associa que a porção menor possui o menor preço, optando por ela.

 

Não há malícia aqui: o objetivo da estratégia é essa. Vender a porção reduzida o tempo todo por um preço mais baixo. Ocorre que esse preço é o que havia sido estipulado para o prato desde o início. O restaurante apenas usou uma porção maior, com valor também maior, como efeito de comparação para aumentar suas vendas.

 

6. Seduza pelo visual

Trabalhe com elementos visuais no seu restaurante, seja no menu ou na própria estética do estabelecimento. Opte em destacar graficamente partes da descrição do cardápio para atrair a atenção do leitor. Use listas com fontes coloridas ou diversificadas e, principalmente, utilize fotografias para despertar o interesse e o apetite do consumidor.

 

Essas estratégias são fáceis de aplicar e produzem resultados positivos em pouco tempo se feitos corretamente. Contudo, de nada adianta aplicá-las se o seu restaurante não produzir pratos de qualidade e um atendimento diferenciado para tornar uma simples refeição uma experiência extraordinária para o consumidor.