O que é payback

Parabéns, você está colocando de pé seu sonho de ter um restaurante. A adrenalina, o entusiasmo e a urgência fazem você agir rápido, de forma proativa. Você está incansável. Opa, espere um pouco! Você chegou a fazer um planejamento inicial correto? Detalhou cada etapa, estimou receitas, perdas etc.?


Como já mencionamos inúmeras vezes, empreender na criação de um estabelecimento de alimentação envolve diversos fatores que, se calculados de maneira errada (ou negligenciados), podem gerar prejuízos. Uma má gestão de bares e restaurantes podem até fazer o seu sonho virar pó.

É fundamental compreender temas que serão recorrentes no cotidiano de um gestor de restaurante. Para auxiliar você nessa tarefa, explicaremos a importância do planejamento do seu fluxo de caixa e, principalmente, como calcular o payback do seu estabelecimento. Payback, no caso, é o retorno financeiro do que foi investido.

São muitos os fatores internos e externos que podem trazer riscos na hora de empreender um negócio. Mas não tenha medo. A questão é calcular corretamente (ou melhor, da forma mais realista possível) o tempo para que seu investimento inicial no restaurante deva, enfim, dar algum retorno. Abaixo detalharesmos todo o processo e você perceberá que não é um bicho de sete cabeças =)



O que é payback?

 Detalhes do payback

Resumidamente, payback significa “retorno”. Calcular o tempo que leva para o investimento ser pago é uma excelente estratégia utilizada por empreendedores para planejar o sucesso de um restaurante. Em outras palavras, é um dos elementos chaves do seu planejamento inicial – ainda que vários fatores (alta inesperada do preço de insumos, acidentes, mudanças na conjuntura econômica, perdas por acidentes etc.) possam minar a precisão desse cálculo.

O payback dará uma estimativa ao gestor do tempo que vai levar para que sua aplicação inicial no negócio seja recuperada.

Tendo em mente esse período estimado, você tem um ciclo básico de gestão a desenvolver. Para calcular com mais precisão o momento do payback, deve-se fazer, em paralelo, os cálculos dos seguintes indicadores:

 

  • ROI (retorno sobre investimento): esse indicador mostra o percentual do retorno sobre o investimento inicial;
  • VPL (Valor Presente Líquido): valor acumulado no fluxo de caixa do restaurante, usado para calcular de forma precisa e exata o payback;
  • TIR (Taxa Interna de retorno): é a taxa de atualização do projeto. A TIR é a taxa que o investidor obtém em média em cada período (seja mês, ano etc.) sobre os capitais que se mantêm investidos no negócio, enquanto o investimento inicial é recuperado progressivamente.

 

Como calcular o payback?

 Como calcular o payback

É importante entender que o payback está ligado diretamente ao fluxo de caixa do seu restaurante. Por isso, planeje com calma e exatidão o fluxo de caixa de acordo com a realidade do seu negócio. Assim, evite enganos que poderão atrapalhar no cálculo do payback.

 

Para simplificar esses termos, aparentemente difíceis, vamos simular um cálculo. Para exemplificar, ttrabalharemos com um fluxo de 12 meses. Imagine que o lucro do seu fluxo de caixa seja de 5 mil reais ao mês. Seu investimento inicial no restaurante foi 50 mil reais.

 

Sendo assim, o cálculo seria:

 

PB (Payback): investimento inicial/saldo médio do fluxo de caixa

PB: 50 mil reais / 5 mil reais = 10 meses

 

De acordo com o resultado, notamos que, para recuperar o valor investido inicialmente no restaurante, você vai levar, aproximadamente, 10 meses.

 

Mas, sabemos que nem sempre o fluxo de caixa vai manter-se em alta. Tudo dependerá do mercado. Contudo, não se apavore se, principalmente, nos primeiros meses o fluxo de caixa ficar negativo. Com o crescimento e, consequentemente, os resultados positivos nos meses seguintes, o saldo ficará melhor e significará que o tempo calculado do payback foi alcançando de maneira eficaz.

 

Entendendo a relação do payback com o fluxo de caixa
Relação payback com fluxo de caixa

Após entender o que é payback, é preciso analisar com muito cuidado sua relação com o fluxo de caixa. De acordo com o exemplo que mencionamos acima, é perceptível a importância do fluxo de caixa para calcular o retorno do investimento.

 

É fundamental e necessário mensurar as receitas e as despesas do restaurante com muita precisão, mês a mês. Se não for mensurado corretamente, o cálculo do payback ficará comprometido.

 

Invista em uma equipe qualificada ou busque consultorias para implementar uma gestão financeira eficiente em seu restaurante, para que se tenha uma programação precisa dos seus custos e sua margem de lucro.   



Vantagens e desvantagens do payback

 vantagens e desvantagens payback

Apesar de ser uma maneira eficiente para calcular o tempo que levará para que o seu investimento seja recuperado, o payback possui algumas desvantagens. Muitas vezes, ele poderá sofrer influências, internas ou externas, que eventualmente alterarão o resultado final.

 

Vantagens

  • Sua fórmula de cálculo é simples e de fácil compreensão;
  • Mostra o tempo que será necessário para que o seu restaurante comece a dar lucros;
  • Por meio do payback, é possível analisar a viabilidade de investir ou não em um negócio ou projeto.

 

Desvantagens:

  • Geralmente, os prazos trabalhados no payback são curtos;
  • Ele não considera as entradas (lucros) que ocorrem após o investimento inicial ter sido recuperado.

 

Dicas para calcular o Payback

 Dicas para calcular o payback

Como você deve ter percebido, o payback e, obviamente, o fluxo de caixa são cálculos extremamente importantes para gerenciar seu negócio e devem ser realizados de forma precisa. Por isso, separamos algumas dicas que vão te ajudar no controle do fluxo:

 

Inventário

Primeiramente, faça um levantamento das receitas e despesas do restaurante, desde os planos de investimento e expansão aos períodos de receitas godas e de vacas magras (sazonalidade). Busque organizar as informações levantadas por categorias, como, por exemplo, operacional, não operacional, investimentos, etc.


Período de cálculo

Você pode tanto calcular o payback a partir das receitas estimadas (e os demais indicadores que medem o retorno), como, inverter a equação: defina o próprio período para chegar ao eventual payback, de acordo com o perfil do seu restaurante. Aí você precisa focar em outros números da planilha, como redução de custos, logística etc. Não existe uma regra, ficará ao seu critério se deseja calcular por 6 meses, 12 meses ou 2 anos.

 

Atualização

É fundamental atualizar periodicamente o fluxo de caixa, adicionando ou removendo receitas e despesas. Lembre-se de fazer uma revisão minuciosa de seu plano de negócios e do seu orçamento.

 

Projeções realistas

Seja realista. No momento de projetar e planejar o cálculo do payback, considere que poderá haver perdas no meio do caminho, como, por exemplo, inadimplência ou atraso de alguns clientes no pagamento. Busque considerar um percentual de perdas sobre as receitas.

 

Acompanhamento

Para entender se tudo está saindo conforme o planejado, é necessário acompanhar de perto a movimentação do fluxo de caixa do restaurante para identificar potenciais gaps e oportunidades de negócio. Todos esses fatores são cruciais na hora de calcular o retorno financeiro do seu projeto.

 

Payback simples e payback descontado

 tipos de payback

O payback simples, que foi apresentado até agora, é de fácil entendimento, porém, não acompanha em tempo real a cotação do dinheiro. Ou seja, o cálculo é demonstrado até o momento em que o investimento inicial é recuperado e desconsidera os lucros que o negócio poderá ter após o período estimado.

 

Para que o poder econômico seja considerado e acompanhado de forma correta, é possível a utilização da taxa de desconto (TMA) que é usada no cálculo do payback descontado.

 

Essa taxa está atrelada aos fluxos de caixas futuros. O cálculo deverá trazer ao VPL (Valor Presente Líquido) o saldo do fluxo de caixa de um determinado tempo futuro.

 

É necessário realizar esse cálculo?

 

Sim! O cálculo é necessário por causa da desvalorização do dinheiro, que devido à inflação no período poderá aumentar os custos dos produtos.

 

Conclusão

O payback e demais indicadores citados são fundamentais para que você, gestor, avalie a viabilidade de determinados projetos e seus investimentos.

 

Esses cálculos irão ajudar você na hora de tomar decisões importantes para o seu restaurante. Evite prejuízos desnecessários: use esse artigo para começar, o quanto antes, a calcular o payback do seu estabelecimento. E siga ampliando seu conhecimento para se tornar um gestor muito mais preparado e agregar cada vez mais valor a seu restaurante.