manipulação de alimentos
Você já frequentou algum estabelecimento de alimentação que aparentava estar sujo? Pratos e talheres mal lavados, mesas e chão sujos. Provavelmente não se sentiu à vontade, correto? Ou melhor: deve ter se sentido bem desconfortável. 



Claro que não é agradável saborear um prato com sensação de higiene precária. Ele pode estar para lá de delicioso, mas alguma coisa vai parecer errada.



Sujeira é um dos principais fatores que fazem com que o consumidor não volte a frequentar um restaurante. Por isso, seja você proprietário, gerente ou colaborador, pratique diariamente as famosas “boas práticas” na manipulação de alimentos em seu estabelecimento.


Mas o que são as boas práticas na manipulação de alimentos?

São procedimentos que devem ser adotados por serviços de alimentação para assegurar a higiene do local. Não ache que somente quem produz os pratos deve praticar.


Esse processo deve ocorrer durante produção, transporte, preparo e distribuição do alimento.


O objetivo dessas práticas é proteger os consumidores de eventuais doenças transmitidas por alimentos (DTA), evitar problemas com vigilância sanitária e melhorar as condições higiênicos-sanitárias dos alimentos preparados.


Como aplicar e manter as boas práticas?
higiene pessoal no restaurante

Toda manipulação de alimentos necessita de cuidados minuciosos. Estar atento aos mínimos detalhes garante segurança alimentar e auxilia a prevenir riscos à saúde do consumidor.


As boas práticas são uma exigência da ANVISA, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, por isso, não arrisque a reputação do seu estabelecimento.



Coloque em prática, o quanto antes, as dicas que daremos a seguir:


É muito importante manter a higiene pessoal em dia: banhos diários, unhas curtas e limpas. Evite utilizar perfumes, anéis, pulseiras. E, atenção, homens: cuide de sua barba e trate de sempre apará-la.


Esses hábitos já contribuem muito para ajudar a eliminar riscos aos manipular alimentos no dia a dia.


Não se esqueça de:

  • Manter os uniformes limpos e conservados;
  • Utilizar toucas e redes para prender o cabelo;
  • Lavar, constantemente, as mãos;
  • Garantir a qualidade da água utilizada no estabelecimento;
  • Distanciar os banheiros do local de preparação dos alimentos;
  • Utilizar luvas para proteção dos colaboradores e reduzir a contaminação pelas mãos e, também, a partir dos próprios alimentos;
  • Não deixar lixo acumulado. Sempre que possível leve-o para fora do restaurante para ser recolhido;Lavar muito bem os alimentos que serão preparados.


Como cuidar de cada tipo de alimento
tipos de alimentos

Para cada categoria de alimento, que são 03, existem cuidados diferentes. Continue a leitura e acompanhe como deve ser o preparo de cada um deles.



Alimentos cozidos: quentes e exposto para consumo

Os responsáveis pela preparação e manipulação dos pratos devem evitar manusear o alimento após estar cozido.


Atente-se a temperatura do local: o choque térmico pode prejudicar e estragar o alimento exposto. E, é claro, sempre que manusear os pratos, as mãos e equipamentos devem estar limpos.


Alimentos cozidos: refrigerados ou à temperatura ambiente

Ao levar o alimento cozido à geladeira, lembre-se de embalá-lo. Isso evitará sua contaminação.


Importante, também, manter limpo o equipamento utilizado para esquentar os alimentos refrigerados. Todos esses pequenos detalhes são essenciais para manter a qualidade do prato.

 

Alimentos crus:


Esteja atento à exposição de alimentos crus, afinal eles são mais sensíveis às condições fora do seu local de armazenamento. Isso, consequentemente, facilita para que estraguem rapidamente.


Evite prejuízos. Mantenha-os armazenados e, se sua exposição for necessária, deixe-o em locais limpos e livres de agentes de infecção.


 

Doenças transmitidas por alimentos

Aplicar essas dicas evitará que os consumidores fiquem doentes devido ao consumo dos alimentos do seu restaurante.


Essas doenças são transmitidas devido a falta de higiene no local, exposição errada dos alimentos cozidos ou crus à temperatura ambiente e claro, devido à utilização de alimentos contaminados.


Vantagens de aplicar corretamente as boas práticas no restaurante
vantagens de boas práticas no restaurante

Além de todos esses fatores citados acima, é importante destacar que, com a implantação dessas práticas no dia a dia do restaurante, você diminuirá drasticamente o risco de prejuízo e elevará a qualidade dos pratos oferecidos no estabelecimento.  Além de:


  • Evitar problemas com a legislação;
  • Economizar em produtos de limpeza;
  • Garantir o melhor armazenamento e a mais correta conservação dos alimentos;


Agora que você já sabe a teoria, está na hora de colocar em prática todo esse conhecimento e aplicar as boas práticas no seu estabelecimento. Cadê a touca?