harmonização cerveja e alimentos

Harmonização de vinhos e comidas já é, digamos, quase feijão com arroz. Muita gente conhece o básico. O que vem ganhando espaço, entre os apreciadores brasileiros de gastronomia e boa bebida, são as combinações de cerveja e os pratos mais diversos. Há explicações para isso: o país (e o mundo) vive o boom da cerveja artesanal, as importações estão crescendo (e, portanto, novos tipos têm chegado ao mercado nacional e inspirado nossa produção) e, claro, temos a maior parte do território sob o sol, o que, de acordo com o hábito local, tem mais a ver com cerveja do que com vinho.

 

O objetivo da harmonização é conservar os principais elementos gustativos, seja do alimento ou da bebida (acidez, textura, amargor, aroma), e provocar novas experiências, realçando os sabores de ambos e o da combinação. Com tanta opção de cerveja e uma gama infindável de pratos e petiscos disponíveis, nada melhor do que experimentar e testar diversas combinações.

 

Se você curte tomar uma cervejinha, independentemente se for na sua casa, no boteco ou no restaurante, continue a leitura e, ao final, saia com um pack de dicas de harmonização de cerveja com alimentos. E tenha mais prazer na sua vida.

Dicas básicas
dicas práticas de cerveja

A harmonização não é uma ciência exata, por isso não tenha medo de testar. O importante é estar aberto a novas sensações.

 

Uma dica valiosa é aceitar indicações, principalmente, de sommeliers, os especialistas da área. Mas não se prenda exclusivamente aos conselhos: será por meio de testes que você encontrará as combinações que mais agradam ao seu paladar.

 

Para fazer uma harmonização com cervejas de qualidade é preciso considerar suas características – os ingredientes (cevada, trigo, arroz, água etc.), teor alcoólico (as lagers têm teor mais baixo; as ales, mais alto), método utilizado no processo de fabricação (baixa ou alta fermentação) e quais sabores presentes na composição. Vale lembrar que há sabores decorrentes do local de produção e da fermentação, e há aqueles que são adicionados ao processo, como o de frutas cítricas, gengibre, grãos, sementes etc.


Tipos de harmonização de cerveja

Existem três maneiras para fazer harmonização de cerveja, confira a seguir:

  • Contraste: quando a diferença entre a bebida e o alimento vão realçar o sabor de ambos;
  • Semelhança: quando o processo de harmonização entre o alimento e a cerveja possuem elementos em comum;
  • Corte: é indicado para eliminar elementos da comida, como a gordura. Esse processo se dá quando a cerveja limpa o paladar devido ao lúpulo, matéria prima presente em todas as cervejas, responsável pelo amargor e muito do aroma do líquido.

Harmonização na prática

Por existir uma infinidade de estilos de bebidas, vamos explicar, nesse artigo, sobre os tipos de cerveja mais populares do mercado nacional.


Pilsen
pilsen

As cervejas pilsen possuem teor alcoólico mais baixo, e em geral são mais leves. O indicado nessa ocasião é combinar com pratos leves, como, por exemplo, comida de boteco: pastéis, queijos, amendoins, salgadinhos fritos, nozes, etc.  

Não é recomendado harmonizar com alimentos de sabores mais intensos e fortes, para que a comida não acabe tirando o sabor da cerveja.


IPA
IPA

Esse tipo de cerveja, indian pale ale, tem um sabor mais amargo que as demais. Isso devido a uma quantidade elevada de lúpulo em sua composição.

Como mencionamos antes, o lúpulo ajuda a limpar o paladar e eliminar a sensação de gordura presente do alimento. Por isso combine a bebida com alimentos mais temperados: costelinhas, linguiças, picanhas e todos os tipos de carnes assadas.
 

É uma boa pedida para churrascos e burguers.


Weiss
weiss

As cervejas feitas de trigo possuem uma acidez maior. Pode-se harmonizar com alimentos leves, como saladas com tomate e culinária japonesa, por exemplo.

 

Mas, ela também pode ser combinada com alimentos mais apimentados, no caso de nachos e tacos. Sua acidez permite suavizar o efeito da pimenta nos alimentos. Porém, não é recomendado combinar a weiss e alimentos com temperos fortes, para não quebrar a presença do trigo. As weiss são muito apreciadas por seu sabor refrescante.



Malzbier
malzbier

E se você é fanático por doces, não se desespere. A malzbier é a harmonização ideal para esse tipo de alimento.

O sabor dessa cerveja é mais doce: em sua composição encontra-se um aroma caramelizado, excelente para harmonizar com sobremesas como bolos, tortas, mousse e doces com frutas.



APA 
APA

A american pale ale também possui sabor mais amargo que as demais cervejas citadas. Pode ser harmonizada com uma variedade de alimentos mais fortes e temperados, de petiscos diversos a carnes vermelha e branca, além de opções como pizza de calabresa e bolinhos de carne.

 

Harmonizar alimentos com cerveja é uma daquelas experiências que melhoram com o tempo. Quanto mais você testar, mais repertório vai criar e, dessa forma, mais prazer vai assegurar à sua alimentação.